17500693_kWWYw.jpg
Ao meu marido, que me apoiou, sendo o meu braço direito em todo o processo da minha doença, para ele um obrigado com muito carinho e amor

.posts recentes

. ...

. Homenagem a mais uma amig...

. Lembrando momentos que pa...

. Historia do Laço Cor-de-r...

. ...

. ...

. Mais uma informação

. ...

. Foi só Susto

. Mais um ano passado e eu ...

.arquivos

. Julho 2015

. Junho 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Outubro 2014

. Outubro 2013

. Outubro 2011

. Julho 2011

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

Quarta-feira, 14 de Janeiro de 2009

Valeriana

Encontre o caminho natural para o descanso com uma planta que cresce em solo europeu.

Na revista SLEEP de Julho de 2007, um estudo indicava que cada vez mais os norte-americanos que sofrem de insónias recorrem à medicina alternativa. Dos cerca de 30 mil indivíduos questionados, 5,9% confiou na planta valeriana para combater o problema. De facto, um número crescente de estudos científicos tem vindo a comprovar aquilo a medicina tradicional já sabe há séculos: a valeriana, nomeadamente a raiz da planta, possui uma acção sedativa e indutora do sono.
 
Como actua?
Os estudos clínicos mais recentes ainda não conseguiram identificar qual o mecanismo de acção da planta, mas supõe-se que os efeitos sedativos e relaxantes se devam a alguns compostos do óleo essencial, nomeadamente o valerenal e o ácido valerénico. Este ácido parece aumentar a concentração de um neurotransmissor (GABA) que diminui as actividades do sistema nervoso central. É isso que dá à valeriana efeitos analgésicos, anti-depressivos, ansiolíticos e anti-convulsivos.
 
Existem ensaios com vários tipos de raiz e extractos de raíz de valeriana. Na maioria dos resultados, o tempo necessário para adormecer e conciliar o sono diminui. Contudo, os efeitos não são imediatos: por norma, é necessário um período de toma de 2-4 semanas para se obter uma melhoria significativa. Aos benefícios naturais da valeriana acrescenta-se o facto de, ao contrário dos fármacos geralmente receitados para combater perturbações do sono e estados depressivos, a planta não causar dependência nem provocar excessiva sonolência matinal: é até recomendada para acompanhar o processo de desabituação destes medicamentos.
Sapo Saúde
 
Achei este artigo ineressante pois tenho experiencia própria,tem a vantagem de não acordar com dores de cabeça.Maria de Lourdes
 
publicado por Maria de Lourdes às 23:16
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Marta a 15 de Janeiro de 2009 às 14:09
E funciona ... Porque é o que eu uso

Beijinhos
De Maria de Lourdes a 15 de Janeiro de 2009 às 15:08
Obrigado pelo comentário
já há uns anos atrás tomei em estrato (gotas) para as contrações nrevosas no estomago, agora voltei a precisar e não encontrei tenho andado a tomar em cápsulas,dá o mesmo resultado, é o que importa.
bjios Maria de Lourdes

Comentar post

.mais sobre mim

.Meu Signo


RecadosOnline.com

.Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.favorito

. Oração a Nossa Senhora da...

. Cancro da Pele

. Voluntariado

. Histórias Que o 25 de Abr...

. Terceiro cântico do Servo...

. Consulta

. Morte do Domingos

. Recordar Ainda é Dificil

. Liberdade de Imprensa

. Ano Novo

.links

.pesquisar

 

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds