17500693_kWWYw.jpg
Ao meu marido, que me apoiou, sendo o meu braço direito em todo o processo da minha doença, para ele um obrigado com muito carinho e amor

.posts recentes

. ...

. Homenagem a mais uma amig...

. Lembrando momentos que pa...

. Historia do Laço Cor-de-r...

. ...

. ...

. Mais uma informação

. ...

. Foi só Susto

. Mais um ano passado e eu ...

.arquivos

. Julho 2015

. Junho 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Outubro 2014

. Outubro 2013

. Outubro 2011

. Julho 2011

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

Sexta-feira, 25 de Setembro de 2009

Mais um na Familia

 

     Hoje recebi a noticia de mais uma pessoa com cancro na família, é irmão do meu sogro

é no rim tem andado bastante doente, há um tem começou a sentir uma dor muito forte do lado direito do abdómen apanhando a região lombar, exames para a frente  e para traz, e o senhor lá está no hospital.

  Esperança não dão nenhuma a médica disse á esposa que só um milagre. está á espera para ir dia 1 de Outubro a Santarém fazer a biopsia e só depois resolvem se vão operar ou não.

 Não é caso para dizer que não ia ao médico, pois já andava doente ´há muito tempo e até fazia bastantes exames e alguns complicados, pensaram até que fosse do nervo ciático, pois sofria muito duma perna com problemas de circulação.

 Curioso: está a fazer 34 anos que morreu uma irmã com o mesmo mal, ela então andaram mesmo a fazer-lhe massagens porque era a dor ciática até que o marido a levou a um médico especialista em ortopedia que lhe fez logo exames e o resultado: osso da bacia destruído por um tumor que tinha rebentado, foi uma agonia de Maio até Novembro. Anos mais tarde outro irmão com o maldito mal também no rim. Uns anos depois foi o marido com a maldita doença este nos intestinos, não sofreu muito tempo teve uma paragem cardíaca ainda não tinha saído do hospital,parecia que ia correr bem, mas foi assim, pelo menos não sofreu tanto.  Há 5 anos partiu o marido da filha este último foi no pancreas,também já sem alternativa.

  São do lado do meu marido, mas receberam-me na família com se o fosse  mesmo sempre me acarinharam. Parece um karma que nos persegue, que Deus nos ajude a todos.

 

 

sinto-me:
publicado por Maria de Lourdes às 22:55
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De Lina a 26 de Setembro de 2009 às 01:54
Lamento Maria...que coisa mas isto nunca mais acaba???? que saturação...não se lê outra coisa

beijinhos e muita força!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
De Maria de Lourdes a 26 de Setembro de 2009 às 17:18

Pois é Lina
e no fim de sentirmos o mal, assusta-nos pensar que é uma pesada herança para os nossos filhos e netos,
mas enfim vamos tendo esperança na vida.
Beijinhos
De Isabel Alegria a 26 de Setembro de 2009 às 14:31
Maldito, que mata e não morre!...
Beijinhos Maria de Lourdes e até qualquer dia.
Isa
De Maria de Lourdes a 6 de Outubro de 2009 às 20:25
olá Isabel
é assim a maldita doença vai levando a melhor em muita gente, tenho mais um vizinho a chegar ao fim, mas como já está a sofrer há bastante tempo, que Deus o leve ao destino dele. Beijinhos
De Natália a 26 de Setembro de 2009 às 18:41
Olá Maria de Lourdes
Eu penso o mesmo em relação à familia,e eu que tenho uma carga genética tão grande em relação à familia do meu pai ,começando por ele que faleceu com (69) anos ,os meus tios,primos teêm morrido todos desta maldita doença.
Eu tive dois no mesmo ano (2008)um na mama outro na tiroiede.
Tanta vez que a minha mãe dizia DEUS QUEIRA que a minha filha não saia á parte do pai, mas tal não aconteceu,e se o meu sofrimento foi grande nem quero pensar o que ela sentiu quando lhe dei a noticia
Tive quinze dias para lhe contar,mas custou-me muitoe contei-lhe naquela altura porque as pessoas viam-me no hospital,e eu sempre a pedir para não lhe contarem nada,mas chegou a uma altura que começou a ser dificil esconder e tive mesmo que contar,ainda por cima era perto do Natal e ela coitada sem saber de nada e a combinar as coisas para a consoada e a querer que eu fosse comprar as prendas com ela e eu sem saber o que dizer mas não tinha vontade para nada,ainda por cima sou filha unica.É assim nós passamos por situações que só quem está nelas é que compreende.Maria de Lourdes desculpe-me lá este desabafo mas de vez em quando sabe bem deitar estas coisas cá para fora e saber que quem está do outro lado nos compreende porque já viveu a mesma situação

Bejinhos
De Maria de Lourdes a 6 de Outubro de 2009 às 20:20
Olá Natália
desculpa só agora te responder.
Quanto ao teu desabafo, fá-lo sempre que sintas essa necessidade, pois é umas das coisas boas destes cantinhos, há sempre quem nos compreenda , a nós e todas as nossas emoções, pois só no fim de se passar por elas se podem compreender.
Se eu tivesse intrincada na net como agora terme-ia feito muito bem. Por isso sê bem-vinda aos meus cantinhos.
beijinhos

Comentar post

.mais sobre mim

.Meu Signo


RecadosOnline.com

.Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.favorito

. Oração a Nossa Senhora da...

. Cancro da Pele

. Voluntariado

. Histórias Que o 25 de Abr...

. Terceiro cântico do Servo...

. Consulta

. Morte do Domingos

. Recordar Ainda é Dificil

. Liberdade de Imprensa

. Ano Novo

.links

.pesquisar

 

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds