17500693_kWWYw.jpg
Ao meu marido, que me apoiou, sendo o meu braço direito em todo o processo da minha doença, para ele um obrigado com muito carinho e amor

.posts recentes

. ...

. Homenagem a mais uma amig...

. Lembrando momentos que pa...

. Historia do Laço Cor-de-r...

. ...

. ...

. Mais uma informação

. ...

. Foi só Susto

. Mais um ano passado e eu ...

.arquivos

. Julho 2015

. Junho 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Outubro 2014

. Outubro 2013

. Outubro 2011

. Julho 2011

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

Em destaque no SAPO Blogs
pub
Sexta-feira, 6 de Março de 2009

Consternação

Maria Manuela Reis Antunes Margarido, de 49 anos, saíra de casa, no lugar de Casais de Arega, Figueiró dos Vinhos, pouco antes das 9 horas. Entrou no carro e dirigia-se para o emprego, numa churrasqueira daquela vila, quando detectou um automóvel a segui-la. Terá sido isso que a levou a alterar a rota e, em vez de seguir pela Estrada Nacional 350 - que a levaria ao centro da vila - tomou o desvio para o lugar de Cabeças. Na pequena localidade, tomou uma rua estreita e ainda entrou com o carro (um Opel Corsa de cor branca) no alpendre de uma casa.

Delfina Lopes, de 61 anos, a proprietária da habitação, estava a ver televisão, no primeiro andar, e ouviu o barulho do carro a chegar. Desceu para tentar perceber o que se estava a passar e foi confrontada com uma imagem de horror.

"Ele [o agressor] estava de joelhos por cima dela, que estava deitada nos bancos da frente do carro. Tinha uma faca na mão e estava a esfaqueá-la", contou ao JN mulher, visivelmente chocada.

Foi nessa altura que a sexagenária se apercebeu de que Maria Manuela gritava desesperadamente. "Ela dizia: "acudam-me, acudam-me", relatou.

Sem pensar bem no que fazia, a mulher correu em seu auxílio. Pela porta da frente do veículo, que se encontrava aberta, segurou o braço do homem, enquanto gritava: "O que está a fazer? Deixe a mulher". Conta a moradora que o homem parou por momentos, voltou-se para ela e berrou: "Saia já daqui, senão vai a seguir. Esta é a minha mulher".

 

Foi esta noticia que me  apanhou de surpreza esta manhã, infelizmente surgem constantemente,mas quando se conhecem as pessoas aterdoam-nos um pouco, pois o marido é cá da terra,conhecido como pessoa pacata. a Manuela tinha estado a falar com ela poucos dias  antes de se ter ido embora, são coisas complicadas,e ninguem espera por estes finais.

publicado por Maria de Lourdes às 14:57
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 5 de Março de 2009

Recordar Ainda é Dificil

scraps para orkut

 

Porque não consigo  chegar a esta época sem me lembrar e reviver tudo o que passei há 3 anos atráz, foram os piores dias da minha luta, o coração  a reagir mal á quimio, neutrópémia a deixar-me sem defezas, a ida ás urgências não surtiu qualquer efeito foram dias de pânico,é certo que tudo passou mas fica sempre a censação de algo que não foi feito até ao fim.

    Ficou ainda o grande receio que o mal volte por não ter ido o tratamento até ao fim, nestes dias ora dá para andar cheia de esperança, ou com grande medo, mas depois volta tudo ao normal, dentro do possivel.                 

                                                                 

 

                          

 

                                 

 

sinto-me:
tags:
publicado por Maria de Lourdes às 22:59
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 4 de Março de 2009

...

publicado por Maria de Lourdes às 15:54
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 3 de Março de 2009

Poema

Angústia

 

Tortura do pensar! Triste lamento!
Quem nos dera calar a tua voz!
Quem nos dera cá dentro, muito a sós,
Estrangular a hidra num momento!

E não se quer pensar! ... e o pensamento
Sempre a morder-nos bem, dentro de nós ...
Querer apagar no céu – ó sonho atroz! –
O brilho duma estrela, com o vento! ...

E não se apaga, não ... nada se apaga!
Vem sempre rastejando como a vaga ...
Vem sempre perguntando: “O que te resta? ...”

Ah! não ser mais que o vago, o infinito!
Ser pedaço de gelo, ser granito,
Ser rugido de tigre na floresta!

Florbela Espanca, in "Livro de Mágoas"

 


 

tags:
publicado por Maria de Lourdes às 23:46
link do post | comentar | favorito

Já existe uma vacina contra o cancro?

 

 

Conheça a verdade

Está a circular um alerta na Internet que apresenta uma vacina adjuvante (complementar) como uma forma de medicamento milagroso contra o cancro, incentivando pacientes a procurar a sua utilização.

De acordo com as informações divulgadas, o Grupo Genoa Biotecnologia, do Hospital Sírio Libanês (Brasil), terá desenvolvido uma vacina 80% eficaz no combate ao cancro, tanto em estádios iniciais como em fases mais avançadas da doença.

Saiba o que é verdade (ou não) nesta informação:

O mito

Um grupo de cientistas brasileiros do Hospital Sírio Libanês (Grupo Genoa Biotecnologia) desenvolveu uma vacina contra alguns tipos de cancro, que se tem mostrado eficaz em 80% dos casos, tanto no estágio inicial como em fases mais avançadas da doença.

A vacina é fabricada com um pequeno pedaço do tumor do próprio paciente. Em 30 dias está pronta e é enviada para o médico oncologista do paciente.

A verdade

Em Janeiro de 2001, foi desenvolvido um projecto denominado Vacinas Terapêuticas com Células Híbridas Tumorais--Dendríticas para o Cancro Metastático, para avaliar o benefício do uso de vacinas baseadas na fusão de células tumorais e células dendríticas (muito eficientes na activação da resposta imunitária) em pacientes com carcinoma renal e melanoma metastático.

O projecto foi aprovado por um comité de ética do Hospital Sírio Libanês e financiado pela FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo). As vacinas foram desenvolvidas no Laboratório de Patologia Cirúrgica e Molecular. São individualizadas, sendo utilizado um fragmento de tumor do próprio paciente para produção de doses exclusivas.

Os resultados do projecto inicial, bastante promissores, foram publicados na revista Cancer Immunology Immunotherapy em Setembro de 2004. Estas vacinas não substituem a Radioterapia e a Quimioterapia, mas podem contribuir como tratamento adjuvante, dado o seu papel na estimulação do sistema imunitário.

Em pacientes que tomaram no mínimo três doses, verificou-se a estabilização de 80% dos casos por períodos que variaram de 4 a 20 meses (o tempo de sobrevida médio para doentes com melanoma disseminado e tratados com as vacinas foi de treze meses, face aos oito meses verificados em pacientes no mesmo estágio da doença mas tratados convencionalmente).

O Grupo Genoa Biotecnologia está a desenvolver projectos experimentais para o tratamento adjuvante com uma vacina de células dendríticas cuja inclusão nesses programas depende da análise do médico oncologista do paciente. Para saber mais, fale com o seu médico.


                                                                  Revista: Prevenir

 

 

publicado por Maria de Lourdes às 16:15
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 1 de Março de 2009

Azar

Pois foi hoje tive o dia estragado por causa de gatos mas não teve nada a ver com este aqui mais acima, um casalinho de bichinhos que se lembrou de entrar pela minha janela e fazer algum estrago. Primeiro vi o macho a tentar fugir, abri a porta como deixei outra porta aberta fui confirmar se o dito já tinha ido embora, encontro a dama em cima da minha cama (mas que grande lata)mau aí passei-me fui pegar na vassoura a bicha apanhou tal susto que subiu pelo cortinado, pior empoleirou-se no varão do dito cortinado, aí quem se assustou fui eu já via o dito todo rasgado, só o estupor da gata não via a janela aberta,voltei as costas para ver se ela saía, bom quando me virei já não a via,mesmo assim passei a vassoura por baixo dos móveis então não é que a desgraçada ainda estava debaixo do roupeiro!.resumo: dia de neura lavar cortinado,tapete,janela, chão e o candeeiro que por pouco não parou só no chão. Nem que fosse sexta feira ou dia 13 para mais que o gato era mesmo preto. Fui

para o (Disto e Daquilo)faço asneira imagine-se eu a seguir o meu blog, há dias em que não se pode fazer nada.   

                                                                                                                                                                    recados no orkut                           

publicado por Maria de Lourdes às 00:01
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

.mais sobre mim

.Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.favorito

. Oração a Nossa Senhora da...

. Cancro da Pele

. Voluntariado

. Histórias Que o 25 de Abr...

. Terceiro cântico do Servo...

. Consulta

. Morte do Domingos

. Recordar Ainda é Dificil

. Liberdade de Imprensa

. Ano Novo

.links

.pesquisar

 

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds